quarta-feira, novembro 29, 2006

Orgulho de Pai

Orgulho-me quando vejo o meu filho crescer, fazer coisas que dantes não fazia, pôr o leitor de DVD's a funcionar, comer sozinho... enfim, evidenciar skills que me demonstrem que está no bom caminho para uma vida feliz e bem sucedida.

Esse orgulho atingiu um ponto máximo há uns dias atrás. A Sissi ia dar banho ao puto e reparou que, estranhamente, ele estava todo cagado. O estado das cuecas revelava um dia sofrido na escola. Mas que esquisito! Então as auxiliares limparam-no e não lhe trocaram as cuecas?! Ele tem uma muda de roupa na escola, exactamente para estas situações de aperto!
O mistério subsistiu até à manhã seguinte, altura em que o pequeno gnomo decidiu desvendar o enigma. Ele estava na Ginástica quando sentiu uma vontade avassaladora de ir à casa-de-banho. O professor recomendou-lhe que fosse ter com a educadora. O puto ia a caminho quando, por decisão própria ou alheia, a natureza fez a sua obra.
O meu orgulho nasce do que ele fez a seguir - cagada feita, pediu para ir sozinho à casa-de-banho, onde limpou as cuecas, cobriu os sinais mais evidentes do sucedido, lavou as mãos (?), e saiu como se nada fosse!
Se isto não demonstra claramente um perfil para altos cargos de chefia, não sei mais nada. O verdadeiro líder é aquele que, acima de tudo, resolve as suas cagadas e sai delas como novo. Auguro-lhe um futuro auspicioso!