quarta-feira, setembro 20, 2006

Prova superada?

Hoje foi o primeiro dia de escola do pequeno gremlin. Que é como quem diz, a primeira prova pública que os pais têm de prestar àcerca da sua qualidade parental. Essa é pelo menos uma das formas com que muitos pais encaram este dia fatídico. Os outros pais apenas fazem votos que o Natal chegue depressa, antes que tenham de cortar os pulsos para terminar o sofrimento em que vivem. Sim, pode ser assim tão mau, sim.

As criancinhas que vivem sozinhas em casa com amas ou avós e sem irmãos, com pouca ou nenhuma experiência anterior de escola, creche ou infantário , constituem o grupo de risco mais temido. Até ontem, foram principezinhos, pequenos reis, mimados e estragados. A partir de hoje, são mais um na sala, não podem fazer tudo o que querem quando querem, não têm acesso privilegiado aos brinquedos, aos baloiços, aos triciclos, têm de comer sozinhos, têm de disputar a atenção da educadora com outros 24 membros da realeza... o Mundo parece que lhes vai fugir!

Há mães proibidas de entrar nos Colégios, porque quando o fazem para depositar os seus rebentos deixam um rasto de ranho persistente e repulsivo. Há crianças que gritam por socorro. Há registo de apelos lancinantes - "Mamã! Eu gosto muito de ti, não me abandones aqui! Mamã! Mamã!". Há dados sobre traumas, danos psicológicos, laqueação de trompas, vasectomias, eu sei lá! Pessoas incapazes de trabalhar antes de almoço, tal a tensão e o choro compulsivo em que ficam.
Por enquanto, está tudo bem para o meu lado. Amanhã, temos outro round. Tenho uma ganda fezada, eu acredito que vá tudo correr bem. Vamos passar por isto dia a dia, superar cada dificuldade em conjunto.
Puto, já sabes - se continuar a correr tudo bem, se continuares a ir mais cedo para a cama, a levantar-te bem-disposto, com vontade de ir para a escola, a não armares cenas aos teus pais, a gostares da escola e a não contribuires para um nosso qualquer complexo de culpa - então aí, puto... grande Natal que vais ter este ano!