sábado, maio 06, 2006

Fiquei sem palavras


Estava a dar o almoço ao puto. Uma canja, seguida de esparguete com carne.
Quase no fim da canja, o fedelho pede-me água. Respondo-lhe que já vou buscar, mal ele termine de comer a sopa. Ele corrige-me: «Ito num é xôpa, ito é canja». Dou-lhe razão e fico inchado de orgulho - ai o meu filho é tão esperto! Depois de engolir mais uma ou duas colheradas de canja, o puto sentencia: «O papá num sabe de nada!». Sou apanhado de surpresa: O que foi que disseste? Ele nã só repete a afirmação da ignorância completa do pai como também me explica a diferença entre uma sopa e uma canja. O pespineta! Fico sem palavras e vou-lhe buscar a água. Ò inclemência, ò ingratidão! Sacana do puto...