quinta-feira, março 09, 2006

As noites ... Ai, as noites!

Quatro horas da manhã, tudo em silêncio. Eu, no meio de um sonho qualquer.....
- Mamã!

Acordo, ainda sem perceber bem o que é e de onde veio o som (não há maneira de adquirir o hábito de acordar a meio da noite, bem-disposta, e de instinto maternal ligado ...).
- Que é?
- Ó Mamããããã!
- Dorme, ainda é de noite!
- Ó Mamããããã!
- Eu não vou aí, está calado! (tom de voz já levemente irritado ...)
- Ó Mamããããã!
- Já te disse que não vou aí, dorme!

Silêncio. Safei-me, pensei.
- Ó mê Papáááá!

Menos mal...

2 Comments:

Blogger LUIS said...

Eu tenho uma perspectiva ligeiramente diferente...

A verdade é que quando passam ao biberão (ie, abandonam a dependência a 100% da mama) perdem temporariamente parte da piada...

quinta-feira, março 09, 2006 11:12:00 da tarde  
Anonymous ROV said...

Ainda bem que 'Madrinha' é uma palavra mais elaborada...

sexta-feira, março 10, 2006 11:41:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home